segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Por que Raíssa?

De ti, pensamentos.
De mim, sofrimentos.
Sua alma vive de encantamentos.
Raissa, por que não encurta nosso distanciamento?

A moça que amo pelo senhor.
Que me provoca prazer do jeito que for.
De sua beleza sinto o esplendor.
Raissa, por que não me conhece pelo interior?

Cigana dos cabelos fascinantes.
Diante de ti, sou um ser mendicante.
Dos olhos, a sinestesia viva em todo instante.
Raissa, por que sua voz é tão rutilante?

Chego ao Rio, deveras assustado.
Foi o tal Eduardo
Que me deixou atordoado.
Raissa, por que não ficou ao meu lado?

A vida passou.
Sua ardência em mim suavizou
E comigo se importou.
Raissa, por que como gaivota voou?

Encontro-me ainda aqui.
Porém, agora sem ti.
Para o paraíso, foi sem mim.
Raissa, por que me ensinou a não crer no fim?

7 comentários:

  1. Belissimo! Gostei bastante do blog, estou seguindo.

    ResponderExcluir
  2. gostei muito do seu Blog Ednaldo, o jeito que escreve, é gostoso de ler
    Parabéns, estou seguindo seu Blog.
    E posso divulga-lo no meu Blog também?

    ResponderExcluir
  3. Obrigado Ednaldo.
    E pra mim, é um honra ter seu nome em meu Blog
    Sucesso!

    ResponderExcluir
  4. Por que?
    As coisas nunca ocorrem como esperado.

    ResponderExcluir
  5. Sucesso Ed, talento você tem e de sobra.

    ResponderExcluir
  6. Obrigado a todos pessoal pelo elogio e por estar acompanhando meu simples blog.

    ResponderExcluir